16 de jun de 2011

Jornalismo


Escrevo para revistas desde que me formei. Colaborei para títulos conhecidos como Nova Escola, Boa Forma, VIP Exame, Playboy, Corpo a Corpo, Galileu e outros que duraram pouco, como Academia Esportes e Guia do Homem. Fui repórter fixa da revista Época por quase cinco anos, entre 2006 e 2011. Lá, publiquei reportagens sobre comportamento e saúde, artigos semanais sobre boa forma e diversas entrevistas com pensadores, escritores e cientistas gringos. Confira:

Portifólio
Reportagens: As principais matérias que escrevi nos últimos anos
Entrevistas: Alguns dos meus melhores pingue-pongues
Coluna: O índice de todos os artigos que publiquei como colunista


E algumas capas:


Como ensinar as crianças a comer direito - PREMIADA
Essa edição especial, publicada em fevereiro de 2011, trouxe uma série de matérias sobre alimentação de crianças produzidas por três repórteres. E levou o Prêmio Editora Globo de reportagem de saúde e bem-estar 2011. Fiz três das matérias do especial:
Tia, me dá uma fruta? A matéria aborda o desafio de conseguir que as crianças comam bem inclusive fora de casa.
"Criança come melhor em família". Entrevista com William Doherty. O especialista em relações familiares diz por que o ritual de se reunir em volta da mesa melhora as escolhas alimentares.
Eles podem mais do que se imagina. A matéria mostra que exercícios de força podem ser benéficos para crianças e indica o que é melhor para cada idade.



Viva melhor com menos sal
A reportagem de capa de 26/07/2010, feita por duas repórteres e um editor, aborda as novas recomendações para o consumo de sal de cozinha e as tentativas da indústria de conciliar o paladar do brasileiro, a engenharia de alimentos e a visão médica.










Procuram-se criativos
Na semana seguinte, em 02/08/2010, eu e mais dois repórteres publicamos essa matéria de capa sobre a importância da criatividade no mundo do trabalho.









Eles são uns capetas (ou Quando os filhos ultrapassam os limites)
A reportagem de capa de 13/04/2009, feita em conjunto por mim e a repórter Juliana Arini, conta histórias de crianças incontroláveis, cujo mau comportamento desafia pais e educadores.













Um comentário:

Marlon A. Rodrigues da Silva disse...

Adorei! Ótimos trabalhos! Você é de verdade mesmo? Bonita, inteligente, criativa, competente e parece ter hábitos saudáveis. Tô com inveja...