26 de jun de 2008

Light uma ova?

Chegou para mim uma queixa sobre o rótulo de um produto que se dizia light (esse aí da foto). A moça é das minhas: pegou a embalagem do produto no supermercado, olhou a tabela nutricional, pegou o produto não-light da mesma marca e comparou as duas tabelas. "Comparando, rapidamente no mercado, o valor nutricional do Toddy Light com o Toddy Original, verifiquei que a versão Light tinha 37 calorias contra 80 calorias da outra", escreveu ela. Satisfeita com a diferença calórica alegada, levou o Toddy Light para casa. E foi só no sossego do lar que ela descobriu a sacanagem dos caras.

Toda tabela nutricional traz o teor de nutrientes e calorias em uma determinada porção. Numa bebida, pode ser de 200 ml. No caso do achololatado versão Original, a porção de referência é de 20 gramas, ou duas colheres de sopa. Para uma comparação honesta, dois produtos semelhantes devem usar tabelas nutricionais que se baseiem numa mesma porção. Mas a Pepsico, grupo multinacional ao qual pertence a marca Toddy, preferiu fazer diferente. Colocou no rótulo do Toddy Light uma tabela baseada na porção de 10 gramas, a metade da usada na versão original. O consumidor desavisado (não é o caso da leitora em questão) vê lá: 37 calorias no Light contra 80 calorias no Original. E pensa: 'nossa, o Light é muuuuito menos calórico!' Mas pense assim: se o cidadão colocar uma só colher de Toddy Original no seu leite, em vez de duas, terá 10 gramas de achocolatado e 40 calorias adicionadas ao do leite. Se colocar a mesmíssima quantidade de Toddy Light no mesmíssimo leite, terá 37 calorias. Só três calorias a menos. Três! Ou seja, os dois produtos são praticamente iguais em termos de teor calórico!

Uma associação do setor de alimentos diz que a alegação Light só pode aparecer no rótulo de um alimento quando ele possui uma redução de pelo menos 25% no teor calórico em relação a sua versão original. Esse rótulo está enganoso? Qualquer pessoa pode ir lá no site da Anvisa tirar a dúvida. Basta clicar em "legislação" e digitar uma palavra-chave no campo de busca. Aparecem zilhões de resoluções e portarias referentes ao assunto. A que eu consultei foi esta aqui.
A ProTeste, fundação que vive checando enganações no mercado de alimentos, também confirmou que o rótulo do Toddy confunde o consumidor.

Avisei à assessoria da Pepsico que iria escrever sobre o caso e recebi uma resposta da empresa. Ela alega que a porção de referência no Toddy Light é menor porque com apenas 10 gramas desse produto, que é adoçado com edulcorante artificial, obtem-se o mesmo dulçor proporcionado por 20 gramas do Toddy Original. Outra explicação que deram é que a redução calórica mínima de 25% acontece, sim, de acordo com a seguinte conta:

De acordo com a Portaria 27/ 1998, para considerar um produto como "com reduzido valor energético", 100ml do produto pronto para o consumo deve apresentar diferença maior que 20 kcal/100ml e redução mínima de 25% do valor energético total. Se o valor energético de 200ml de Toddy Tradicional preparado com leite desnatado é 148 kcal, em 100ml temos 74 kcal. No Toddy Light, o valor energético de um copo de 200ml de leite com o achocolatado é de 106 kcal, então em 100ml é 53kcal. Assim, temos:

Redução calórica em valor: 21 kcal/100ml (74kcal - 53kcal)
Redução calórica em porcentagem: 28 % [100 - (53*100 ÷ 74)]

Eu confesso que me perdi um pouco nessa matemática, e com certeza a leitora que nos avisou da confusão também não teve tempo para calcular tudo isso durante suas compras no supermercado. Daqui a pouco só poderemos confiar nos rótulos se levarmos uma calculadora científica na bolsa?

Dificultar a escolha do consumidor não é legal. Em se tratando de achocolatados, light ou não, eu vejo assim: Se eles não pusessem tanto açúcar na versão original do produto (sempre achei os achocolatados estupidamente doces), o cidadão poderia colocar até 3 ou 4 colheres do produto no leite para obter uma cor de chocolate de verdade e um sabor agradável. Na verdade, eu preferiria colocar duas colheres de chocolate em pó mesmo, com a quantidade de açúcar ou adoçante que eu bem entendesse (provavelmente nenhum) e acabou. Mas, como gosto não se discute, defendo que a pessoa que gosta de achocolatado tenha o direito de saber quando o achocolatado light não é light coisa nenhuma, quando o teor calórico depende da quantidade que você coloca no copo - e não do rótulo.

9 comentários:

fran disse...

vc já parou para ler a tabela nutricional da lasanha de soja da Sadia? faça isso um dia: alto teor de gordura e alto teor de sódio. eu sempre me pergunto: qual a função da soja em um produto tão hard?
e tem senhoras no mercado que falam: "ai, vou levar que é de soja. faz bem à saúde".
o grande problema dos produtos diet e light de forma geral é o alto teor de sódio. engraçado pq nos light eles geralmente falam 0% de gordura ou pouca gordura, mas omitem o sódio, um grande vilão para a saúde.

Igor Santos disse...

Uma coisa que vem me incomodando já há algum tempo é a língua usada nos rótulos de cosméticos, na parte dos ingredientes.
Eu não conheço "aqua" ou "sodium laureate sulphate" em português...

Anônimo disse...

Nem sei mais o que estava procurando na NET...
Vim fazer uma pesquisa para fins culinários e eis que me deparo com o seu blog. Bem... deixei a pesquisa prá lá e comecei a me deliciar coms os textos. Alguns dizem exatamente o que penso a respeito de rótulos, ingredientes e outros etc e tais, mas minha limitação de "não escritora" e "não jornalista" não me permitem expressar. Fran, seu blog é ótimo!!!!

Nina Valença

Anônimo disse...

Incrível!!! Eu sempre olhava somente a quantidade de calorias, assim achava que tava fazendo um otimo negocio...doce ilusão!

É uma pena saber que eles querem fazer o consumidor de bobo...

paulinha disse...

concordo plenamente com a sua critica...
e em relaçao ao calculo tambem fiquei um pouco confusa...mais o que esta em questao nao eh a quantidade que leite que vamos tomar e sim a quantidade de toody que iremos por no leite...em fim eles enrolaram mais uma vez os consumidores...pois nao podemos comparar um produto com porçoes diferentes...10g do light e que vale 20g do original???haha isso eh uma questao de gosto individual mesmo...e que o rotulo eh enganador isso ele eh sim...o famoso engana bobo...infelismente isso acontece ate hoje

marianinha01 disse...

É tão bom encontrar eco nessas questões!!
Gente, também a tempos usava o produto e só esse ano percebi a sacanagem... E acho que isso é ilegal! Ao invés da conta complicada, é melhor o raciocínio simples: a mesma quantidade de produto original e light não apresenta redução calórica significativa. PONTO FINAL!

Carolina disse...

O pior de tudo é que engorda a mesma coisa e é o dobro o preço. Quase comprei, mas decidi pesquisar e ainda bem que eu li isso. Obrigada! Mas agora vem o problema: eu tomo Toddy/Nescau desde bem criancinha, e agora não consigo parar! Minha tia (que adora ir em nutricionistas e tal) recomenda o Nescafé com adoçante. Eu tomei e logo enjoei. Agora tomo só uma colher de Nescau e ainda assim isso engorda. Café normal eu também não gosto. Puxa, e agora, o que eu tomo?

Anônimo disse...

Sem querer defender a Pepsico, mas desta vez é você que está errada.

O Toddy normal e o Toddy Light não são a mesma coisa: Prepare um copo de 160 ml com uma colher de Toddy tradicional e outro copo de 160 ml com uma colher de Toddy Light, então experimente os dois. O primeiro vai ficar fraco, e o segundo vai ficar no ponto! O mesmo experimento vai acontecer se você usar duas colheres, o Toddy tradicional vai ficar no ponto, enquanto o Toddy Light vai ficar super forte! (chega a ficar ruim de tão forte)

Suponho que seja porque o Toddy Light tenha mais chocolate (maior porcentagem de cacau), por isso basta uma colher.

Aliás, é muito mais vantajoso e inteligente comprar Toddy Light, pois o preço "caro" é só uma impressão errada de quem analisa superficialmente, já que um pote de Toddy Light rende duas vezes mais que o Toddy Tradicional sem ser duas vezes mais caro.

As pessoas chegam ao cúmulo de comprarem produtos e depois reclamarem sem ao menos terem lido toda a embalagem! Aff! Na embalagem diz bem grande e em destaque para preparar com "apenas uma colher".

Daí se entende porque as marcas de sabão concentrado para lavar roupa precisam gastar muito em propaganda unicamente para explicar "o que é ser concentrado". Eles precisam bater, bater e bater em cima disto porque não dá pra bater a cabeça das pessoas na parede.

ruann disse...

REALMENTE TAMBÉM PERCEBI ISSO. QUANDO OLHEI NO RÓTULO Q A PORÇÃO ERA APENAS UMA COLHER DE SOPA AO INVÉS DAS 2 COLHERES DO TODDY TRADICIONAL JÁ ESTAVA DEIXANDO-O DE VOLTA NA PRATELEIRA QUADO VI NO RÓTULO : PREPARE COM UMA COLHER.

ENTÃO RESOLVI DAR UMA CHANCE E QUANDO PREPAREI EM CASA VI Q COM UMA COLHER O TODDY LIGHT FICA MAIS FORTE DO QUE COM 2 DE TODDY TRADICIONAL.

INFELIZMENTE AINDA HÁ AÇUCAR NA FÓRMULA POR ISSO SEMPRE Q POSSO FAÇO ACHOCOLATADO COM CACAU EM PÓ É MUITO FORTE E RENDE MAIS. 50 G DE CACAU PARA 200G DE LEITE EM PÓ SE QUISER ADOÇAR USO DOCE MENOR;