2 de mar de 2009

Problemas com gelatina

Reproduzo aqui comunicado à imprensa da Associação Pro Teste:

"A Pro Teste Associação de Consumidores avaliou 11 pós para gelatina sabor morango: quatro na versão tradicional, quatro na versão diet e três na versão zero. A conclusão foi que estas gelatinas não devem ser consumidas por crianças (nem mesmo aquelas que têm desenhos no rótulo para atrair os menores).

Os problemas encontrados foram: açúcar em excesso, edulcorantes (adoçantes) em duas marcas que já continham açúcar, e de um corante artificial relacionado a distúrbios no público infantil. Adultos podem consumi-las, mas com moderação. Já entre as gelatinas sem açúcar, todas foram bem avaliadas.

Não existe no Brasil uma legislação específica para gelatinas em pó. A PRO TESTE avalia que a criação de normas que regulem esse alimento é fundamental para a definição de alguns parâmetros, como limite de açúcar e quantidade de colágeno e proteína, a fim de que as gelatinas sejam produzidas dentro de padrões de qualidade.

A quantidade excessiva de açúcar pode contribuir para a obesidade infantil, além de acostumar as crianças ao paladar doce. Quanto a presença do corante artificial Amarelo Crepúsculo, já existem leis na Europa proibindo o uso desse corante, que está associado à hiperatividade.

A adição de edulcorantes (adoçantes) não é recomendada no caso de alimentos destinados ao consumo por crianças e gestantes. O consumo é indicado apenas por restrição alimentar e com acompanhamento médico.

As análises apontaram que estão sendo adicionados edulcorantes em gelatinas tradicionais sem que a informação apareça em destaque no rótulo. E as duas testadas que apresentam esse problema fazem uma propaganda totalmente voltada para o público infantil em seus rótulos. A Royal traz na embalagem o personagem Bocão. A Dr. Oetker tem uma promoção para ganhar mochilas em forma de animais de pelúcia."

Nenhum comentário: