19 de set de 2011

A bandeira de cada um


Quem acredita no que faz não aceita fazer outra coisa


Volto ao tema do Congresso de Nutrição Funcional para contar mais uma história que conheci por lá.

Ouvi do fotógrafo Gustavo Negrini, dono da E3 Marketing, responsável pela divulgação do evento, que sua agência de comunicação nasceu da sua identificação pessoal com o ideal da saúde. Ele trabalhava para uma academia de ginástica na zona Norte de São Paulo quando decidiu empreender e tornar-se um colaborador terceirizado. Logo foi chamado para assumir a comunicação da franquia Mundo Verde, depois assumiu a conta de algumas nutricionistas e então o mundo da nutrição fisgou-lhe de um jeito irresistível. Tão irresistível que ele desistiu de trabalhar com outros temas e carimbou sua marca como uma agência que divulga apenas conteúdo sobre nutrição, esporte e bem-estar. Para Gustavo, isso significa selecionar clientes e parceiros, mesmo que isso signifique perder contratos ambiciosos que poderiam injetar mais recursos na sua pequena empresa. “Eu jamais vou trabalhar para uma empresa de refrigerantes, por exemplo”, decreta. 

Apoiadíssimo, colega.

Nenhum comentário: